Passar para o conteúdo principal

Solução: Inclusão Digital Comunitária

Desenvolvido por:
Ação Multicultural do Desenvolvimento (AMD)
Apoiado por:
PNUD
Publicado: 09 Jul 2021
Última edição: 09 Jul 2021
2 visualizações

Contexto

A Tecnologia social tem-se mostrado bastante viável no desenvolvimento de comunidades diversas, atendendo a demanda da transformação social em várias áreas, tais como a educação, trabalho, saúde, meio ambiente, dentre outras, portanto consideramos que a inclusão digital comunitária favorece positivamente a comunidades como nosso, pois o uso do computador atualmente tem sido fundamental no processo educacional, principalmente por se tratar de um recurso que requer uma metodologia eficaz e a estratégia para o desenvolvimento sustentável, a adoção da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável compromete os países a não deixar ninguém para trás. Nenhuma meta dessa agenda pode, portanto, ser considerada cumprida a menos que aumentar o desejo por ações de desenvolvimento sustentável da comunidade local para a realização de actividades comunitárias. Criar um mundo mais inclusivo, justo e equitativo que é a essência do desenvolvimento sustentável

Objectivo

O projeto Inclusão Digital Comunitária tem como objetivo principal promover a inclusão digital de Jovens, Adultos e Idosos que não possuem facilidade de acesso as mais diversas tecnologias actuais (computador, internet, telemóveis android). A proposta é exercitar a cidadania utilizando os recursos de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) por meio de uma metodologia de inclusão digital Comunitária que valorize a prática de utilização desses recursos. Adotar agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável a não deixar ninguém para trás. Criar um mundo mais inclusivo, justo e equitativo. 

Impacto social e comunitário

O projeto vai ter impacto positivo, vai contribuir para implementação de agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável á não deixar ninguém para trás. Criar um mundo mais inclusivo, justo e equitativo. No entanto em cada 3 meses serão formados 30 pessoas e em 12 meses vai atingir um número máximo de 150 formandos.  

O principal resultado esperado é fornecer o acesso à informática para crianças, adultos, docentes e até mesmo idosos em situação de vulnerabilidade social. No curso são abordados variados temas como, por exemplo, como acessar a Internet, o uso de programas nativos do Windows, como o paint e aplicativos do Pacote Office, variando do nível fácil ao avançado. 

Localização

Inscreva-se na nossa lista de e-mails