Passar para o conteúdo principal

Solução: Projeto de Inclusão Financeira e Transformação dos Produtos da Biodiversidade

Desenvolvido por: AJUQ e RENAJELF

Apoiado por: GEF SGP PNUD

Publicado: 20 Fev 2024
Última edição: 20 Fev 2024
8 visualizações

Contexto

A Guine Bissau é um país da África ocidental com um alto índice de pobreza onde mulheres e jovens constituem grupos mais pobres para quem a economia informal representa quase o único meio de sobrevivência.

Esse setor informal que assegura a subsistência de mais de 70% das famílias conta com uma grande participação das mulheres principalmente no que toca a produção agrícola (produção de alimentos e garante da segurança alimentar de todo o país), sendo um setor económico de baixa produtividade e onde não se tem uma proteção social condigna, com rendimentos baixos e incertos e ainda com um défice enorme no que diz respeito ao gozo dos direitos a ela reconhecida em toda a sua dimensão.

O presente projeto visa dar respostas a estes e demais flagelos proporcionando as mulheres mecanismos de transformação dos seus produtos agrícolas, e melhorar a sua capacidade de gestão dos recursos através de sessões de formação em temáticas que lhe serão úteis, permitindo assim o empoderamento das mulheres e jovens raparigas produtoras de agroecologia inteligente.

Por outro lado,fomentar a inclusão financeira através de formações para o uso das novas tecnologias digitais e aumentar no país o número de produtores que abandonaram o uso de substâncias químicas, contribuindo assim para uma boa segurança alimentar e proteção da terra.

Número total de beneficiários: 802

Lugar de execução: Granja Pessubé (Bissau)

Objectivo Geral

Promover o empoderamento económico e digital das jovens e mulheres produtoras da agroecologia inteligente em termos climáticos, garantindo a inclusão de todos no processo de desenvolvimento do país e no combate aos impactos das alterações climáticas

Objectivos Específicos

  • Criar mecanismos de processamento dos alimentos ecologicamente produzidos
  • Capacitar as meninas e mulheres rurais em termos de produção inteligente e uso sustentável de terra, ainda no uso das novas tecnologias na gestão dos seus recursos.

Impactos esperados

  • Mulheres praticantes de agroecologia conseguem comercializar os seus produtos com maior eficiência e eficácia, através do uso das redes sociais.
  • Mulheres horticultoras capazes de produzir e processar os produtos da biodiversisade de maneira mais sustentável e aumentanto o ciclo de vida dos mesmos.
  • Melhorada as condições de vida das mulheres horticultoras, devido ao aumento da renda, diminuição dos esforços fisicos para o escoamento dos produtos, bem como o aumento do ciclo de vida dos mesmos.

 

Fotografias do projecto

Fotografias de transformação de produtos

transformação de produtos

cooperativa de transformação de produtos

cooperativa de transformação de produtos

cooperativa de produtos transformados

 

 

 

 

Inscreva-se na nossa lista de e-mails